quarta-feira, agosto 13, 2014

Diversidade celebrada

Artes e estudos para obra da Anna Claudia Ramos – ed. Rideel, sobre diversidade.








3 comentários:

Max Vilanova disse...

Parabéns Thais, muito bom os estudos.
Eu tenho uma pergunta, se puder responder seria de muita ajuda.
Gostaria de saber sua opinião sobre esse serviço de registro de obra? Ele realmente é válido?
https://avctoris.com/

Obrigado pela atenção e desejo sucesso sempre.

Thais Linhares disse...

Eu nunca registro minha obras. A prórpia publicação, mesmo que em um blog ou veículo independente, já configura prova da autoria. A posse de originais (arquivos originais, com data nos dados, suporte físico originais - no caso de pintura, desenho) tb. A lei brasileira privilegia o AUTOR e não a empresa que porventura venha a explorar a arte. Assim, o criador é autor e pleno de direitos independete do registro. Que aliás é pago, e caro pra quem precisasse usa-lo com frequencia. Mas uma dica: ao registrar no EDA (Escritorio de Direitos Autorias, o oficial) vc pode registrar um grupo de desenhos ou textos juntos, como uma coleção. Isso já lhe salvaguarda. MUITO importante: não é possível, nunca, registrar IDEIAS. Apenas se registra, e a lei só aceita assim, a materialização desta ideia na forma de uma obra artistica. Assim, se vc tem uma ideia brilhante para uma saga onde diversos reinos disputam o trono de espadas antes que inverno chegue, é mlehor vc materializar isso de alguma forma. Em texto, em desenho... Ou não terá como chorar se virar série de sucesso da HBO. Alias, não há mesmo ideias originais. O que o avctoris alega que é mais segura registrar, para, caso surja algo parecido com o que fez, não o acusem de ser você o plagiador. Eu penso assim: se tenho um projeto grande, que irá demorar a ser publicado, e tenho muita vontade de usa-lo mesmo se pintar algo parecido ante de eu conseguir colocar no mercado, eu registro. Tenho roteiros registrados, mas porque eu tenho de te-los em mão para poder participar de editais de roteiro e cinema, e estes só aceitam os roteiros registrados, para que eles mesmos não sejam acusados de plágio caso selecionem um projeto muito parecido com o de outro concorrente. Então, acho que o avctoris é um serviço que não é essencial, mas pode ser interessante para determinadas pessoas, se se provar capaz de gerar jurisprudência em ações de autoria. Aí é experimentar e conhecer. Apenas esteja ciente de que vc não é obrigado a registrar nem no EDA, quanto mais em um serviço particular, para requerer autoria.

Max Vilanova disse...

Muito obrigado Thais.
Obrigado pela atenção, realmente muito esclarecedor e de grande utilidade para mim sua resposta. Os valores da EDA são salgados mesmo, não tinha ideia de que é possível registrar grupos de desenhos, pensei no Avctoris mais por conta do valor, mas como você já esclareceu que não é necessário registro desde que de fato tenha provas necessárias para comprovar a autoria fico mais tranquilo.
Eu ainda estou na estrada buscando um lugar ao sol, mas acho de extrema importância entender o processo de DA.
Acompanho seu blog faz um tempo, muito bom, no demais parabéns, quem sabe um dia podemos fazer alguma parceria, seria uma honra.

Abraço
Max